Advogado Empresarial na Gestão de Crises | Damha Filho
Gestão de crise, qual o papel do advogado empresarial?
Qual o papel do advogado na gestão de crises? Damha Filho

Nos últimos anos, tem sido comum a divulgação de escândalos ocorridos em grandes empresas. Esse fato se dá principalmente pela falta de uma boa gestão de crise. Atualmente manter um advogado empresarial nas empresas é indispensável. Afinal, é este profissional que dará o auxílio correto em situações dessa natureza.

Advogado Empresarial: Auxílio profissional

Em momentos delicados como esses, a função do advogado empresarial é assessorar a empresa, seus acionistas e gestores preservando a sua imagem e a da empresa diante do mercado e da sociedade. A principal forma de contornar problemas como esses é não mentir, ao posicionar-se às empresas devem manter a transparência e coerência dos fatos.

Gestão de Crises: Principais erros

Sem sombra de dúvidas um dos principais erros de quem vai se pronunciar sobre algum ocorrido (no caso o advogado), é querer aparecer mais do que os próprios fatos, para garantir os seus 15 minutos de fama. O que espera-se é que o advogado empresarial seja o porta-voz, a ponte entre a empresa e imprensa. Sem se esquecer de priorizar a maturidade e honestidade, para que o assunto não seja divulgado além do necessário e a gestão da crise concluída com sucesso.

Gestão de Crises: Não agite sua equipe

Outro ponto muito importante diante da gestão de crise, é cuidar para que seus colaboradores mantenham-se o mais serenos possível diante dessas situações. É essencial que as empresas cuidem das suas estratégias de comunicação, com foco na preservação da rotina empresarial. Organizações envolvidas em casos desse tipo devem ser proativas, para desta forma tranquilizarem seus funcionários e outros envolvidos.

Comunicação

Como dissemos anteriormente, provavelmente a comunicação é a chave para gestão de crises pois com o discurso e estratégias corretas a propagação dos incidentes será muito menor. Nesta fase, um plano de contingência pode ajudar e alguns aspectos devem ser levados em consideração:

  • Verdade baseada nos princípios da empresa;
  • Identificação das causas do ¨escândalo¨;
  • Posição da empresa;
  • Escolha do porta-voz da empresa;
  • Respostas certas e ágeis.
  • Benefícios de ter um serviço de advocacia empresarial

Como a prevenção é sempre a melhor forma de passarmos ilesos em situações de conflitos ou até mesmo escândalos, o serviço de advocacia empresarial preventiva deve fazer parte da rotina das empresas. Ao adotar essa medida o empresário contará com os seguintes benefícios:

  • Adequações às normas trabalhistas;
  • Diminuição de riscos jurídicos;
  • Assistência na elaboração e análise de contratos;
  • Diminuição de custos;
  • Desenvolvimento da empresa.

Gostou do texto? Conheça o trabalho do Damha Filho voltado para advocacia empresarial e gestão de crise, e entenda como podemos ajudar. Acesse nosso site e contate-nos!

Leia também: Qual a importância de uma assessoria jurídica especializada?

Deixe uma resposta